Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

porViseu

Apontamentos e notas sobre a cidade de Viseu, Portugal.

porViseu

Apontamentos e notas sobre a cidade de Viseu, Portugal.

A Ponte da Azenha

PAzenha181.JPGA reboque dos apontamentos sobre os belos passeios por Viseu e das pequenas maravilhas que se vão encontrando em recantos escondidos, lembrei-me de um local muito interessante e hoje em dia praticamente escondido do muito transito que quase continuamente passa naquele troço da Circunvalação entre a rotunda Carlos Lopes (Vildemoinhos) e a rotunda da Fonte Cibernética (Av. da Europa). Refiro-me à Ponte da Azenha sobre o Rio Pavia, ali a escassos metros do Bairro 1º de Maio, antigamente conhecido pelo Bairro da Cadeia. Encontrei duas versões sobre a sua origem:A primeira refere que ali passava um troço do caminho romano que se vê em Coimbrões e que atravessaria ali o rio antes de começar a subir o Monte Salvado em direcção a Bodiosa ( onde está à vista mais um troço da via romana). Esta ponte terá substituido por volta do sec XVIII a ponte romana original que teria ruido ou sido destruida. A segunda versão sómente refere que sendo aquela uma zona agricola fertil e onde abundavam os moinhos de água dos moleiros de Vildemoinhos teria sido construida no Sec XVIII para dar acesso aos moinhos ligando as duas margens do Pavia e como parte do caminho para Vildemoinhos, Torredeita e Farminhão. Seja com for é uma ponte com uma beleza simples e com caracteristicas arquitectonicas muito interessantes, designada como em arco de sela.O local é bastante sossegado e bucólico apesar de um bocado esquecido. Da azenha que lhe dá o nome só restam umas ruinas, que esperam melhores dias. Para quem não se lembra ou não conhece é simples de encontrar. Descer a Av. Alberto Sampaio - direcção Vildemoinhos -seguir em frente pela Rua Almirante Afonso de Cerqueira até à rotunda Carlos Lopes ( Vildemoinhos). Seguir pela direita, na Circunvalação. Passa o edificio da Cadeia e logo 10/15 metros depois ao lado esquerdo existe um caminho que desce em direcção ao rio. Dá para entrar e estacionar o carro logo em baixo numa clareira de terreno. Parem 10/15 minutos e gozem a vista e o sossego ! porFdeM

5 comentários

Comentar post