Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

porViseu

Apontamentos e notas sobre a cidade de Viseu, Portugal.

porViseu

Apontamentos e notas sobre a cidade de Viseu, Portugal.

Ticliti, Ticlité

- Ticliti, ticlité.
Quantos dedos estão em pé?
- Cinco.
- Se dissesses quatro,
Não perdias nem ganhavas.
- Ticliti, ticlité,
Quantos dedos estão em pé?
- Todos.
- Se dissesses nove,
Não perdias nem ganhavas,
Nem tanto murro levavas.
Ó do tim, ó do tão,
Ó divino marçagão,
Quantos dedos tem a mão?
- Dois.
Se dissesses seis,
Não perdias nem ganhavas.
- Ticliti, ticlité.
Quantos dedos estão em pé?
- Oito.
- Acertou, e agora virou…
(trocar de lugar e voltar a jogar)
- Ticliti, ticlité.
Quantos dedos estão em pé?
- (Ai, ai, que me arrombas as costelas!)
…

Ficha Técnica:

TICLITI, TICLITÉ - Desporto na Escola. Comemorações do VI Centenário do Nascimento do Infante D. Henrique - 1º Duque de Viseu . 1993. Edição e Propriedade: Câmara Municipal de Viseu - Praça da República, 3500 Viseu. Autor: António Lopes Pires. Composição e Impressão: Tipografia Ocidental, Av. Infante D. Henrique, 23. Viseu . Depósito legal nº66762/93.

Viseu por "Santo Evo"

José Pereira de Almeida Nogueira, com o pseudónimo “Santo Evo”, foi publicando regularmente na imprensa regional e nacional, muitos dos seus poemas. Outros foram divulgados em cartazes e até em azulejos. Eis dois poemas:
SÁ CARNEIROSaCarneiro.jpgUma estátua pequenina…Choveu tanto em ViseuQue o Sá Carneiro... encolheu!!!Perdeu tamanho e altura,Está magro que nem um cão...É uma perfeita loucura!!!Reduzido a um anão…Homem de tanta estatura!Homem de tantos quilates!!!Só se o anão... tem tomates...

RUA ESCURAE perto da estátua de Sá Carneiro, a Rua Escura,(de “vida noturna” até 1960… e onde se cantou Ópera no séc. XIX)REscura041.jpgA velhinha Rua EscuraOutrora, por ironia,Foi palco de Alta Cultura,De gáudio, luz e harmonia

Saliente-se que mais curioso ainda é o facto de a numeração das portas da Rua Escura não ter continuidade pois salta do nº 52 para o nº 56. A primeira porta que se vê à esquerda na foto é o célebre nº 54. Hummm !!!

Viseu por Ricardo Sandro

ViseuporRSandro.jpg
Em Fevereiro publicámos o artigo sobre o José Alves Madeira (Gente que Sente), um dos maiores Poetas Populares de Viseu de pseudónimo "Ricardo Sandro". Pois soubémos que existe um filme "Viseu por Ricardo Sandro", que foi realizado e produzido pelo Zé Carlos Almeida (não acredito que não se lembram) e foi apresentado no Teatro Viriato a 12 de Setembro de 2003ZeCarlos01.jpg Trata-se de um filme de 57', com 66 fotos antigas de viseu, 27 poemas alguns dos quais declamados pelos Jograis de Viseu, e que em breve estará disponível em VHS.
Boa !!!
JMViriato.jpgJosé Madeira - Gente que Sente

Pág. 2/2