Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

porViseu

Apontamentos e notas sobre a cidade de Viseu, Portugal.

porViseu

Apontamentos e notas sobre a cidade de Viseu, Portugal.

VISEU - Coisas Romanas

StaCristina.jpg Durante as obras de requalificação da Rua Formosa foi encontrado um troço de Muralha Romana com um Torreão. Quem parte da S.Cristina, seguindo pela Rua Formosa em direcção à C.M.V., logo ao princípio e do lado direito, está visível o troço cujas fotos documentam. Este troço vem da Santa Cristina, e logo a seguir ao Torreão faz um pequeno angulo à direita, entrando por baixo dos prédios em direcção à Rua Direita.Discute-se agora o que fazer a tal monumento. Pensamos que a melhor opção será deixar o troço no local onde foi encontrado, devidamente iluminado e coberto por vidro. A Rua Formosa é uma das principais artérias pedonais de Viseu, por onde passam milhares de pessoas, e este monumento será mais uma grande atracção da Cidade.MuralhaR1.JPGMuralhaRomana2.jpg...Mas apropósito de coisas Romanas !Quantos conhecem a Estrada Romana de Coimbrões ?Pois foi a via romana de Emerita a Bracara (Mérida a Braga).Segundo uns, Viseu terá nascido de um cruzamento de 12 vias romanas, outros dizem de 7 ou 8. São muitas de qualquer modo. Vejam as imagens que tirámos na via romana de Coimbrões. Reparem na curva e na contra-curva com relevé; Vejam os sulcos dos rodados dos bólides da época que não só revelam as velocidades atingidas como a intensidade de tráfego. E o rebordo da via ???Um verdadeiro Monumento Mundial ! Placa791.jpgERomana39.JPGERomana47.JPGERomana51.JPGERomana63.JPGVão lá ver. Na circunvalação sair para Silgueiros (Santar, Nelas); Logo a seguir ao cruzamento de Ranhados cortar à esquerda para a Zona Industrial de Coimbrões (muitas placas de indicação de Empresas); Seguir sempre até encontrar o Parque de Coimbrões, cortar à esquerda e seguir as placas: Placa791.jpg

de António João Cruz Apontamentos para a História de Viseu </div>... no Jornal do Centro Indo eu pelos caminhos de Viseu </div>

DESCRIÇÃO DA CIDADE DE VISEU

images.jpgSoneto épico barroco (1642) Chego (Cidade insigne) a contemplar-teViseu de cinco seculos memoradosque em tanto já florente, já prostrada,teatro foste de Minerva e Marte.Não poderá a fortuna aniquilar-te,pois sendo tantas vezes assolada(qual Fenix entre as chamas abrasada.)tornas das mesmas a levantar-te.Eternize a estampa teu retrato,do Letes apesar teu sevo imigomas tambem se oponha o tempo ingrato.És gloria de Lusos, de Arabes castigo,Seta de Afonso, triunfo de Veriato,berço a Eduardo, marmore a Rodrigo.Este soneto está transcrito no Pólogo do Poema Épico Barroco "DESCRIÇÃO DA CIDADE DE VISEU de 1638.Pois é mesmo assim.Existe um Poema Épico Barroco sobre a Cidade de Viseu.Poema Heróico composto por dez cantos em oitava rima.É de João de Pavia, data de 1638, e andamos à procura dele para o divulgarmos.Será que conseguiremos verificar a existência da mesquita referenciada no artigo da Sé ? Será que iremos descobrir quem é que pediu ajuda aos Árabes ? Comente quem saiba. Nós divulgamos o que sabemos e descobrimos. Vá lá, CLICK
DESCRIÇÃO DA CIDADE DE VISEU